quarta-feira, janeiro 26, 2022

Crédito segue em marcha lenta este ano

29/07 – Léa de Luca / Brasil Econômico
Lucros ainda em alta, crescimento do crédito desacelerando, ritmo de queda dos índices de inadimplência estacionando — com tendência de ligeira alta — e spreads em recuperação. Este é, em resumo, o cenário esperado pelos analistas do Banco do Brasil Investimentos (BB BI) e Goldman Sachs para os bancos brasileiros de capital aberto na bolsa. As divulgações dos resultados registrados no segundo semestre deste ano começam na quinta-feira, com Bradesco e Santander.
Nem mesmo as medidas anunciadas pelo Banco Central (BC) na sexta-feira, que podem liberar até R$ 45 bilhões dos bancos para empréstimos, deve surtir efeitos consideráveis. Se os bancos usarem mesmo esses recursos liberados para emprestar, o aumento de liquidez deve aumentar a concorrência e provocar uma queda dos juros. Mas ontem, por exemplo, nenhum dos bancos consultados pela reportagem havia promovido mudanças nas taxas, prazos ou oferta de linhas. Banco do Brasil, Caixa, Bradesco e Santander não quiseram comentar a possibilidade da queda dos juros dizendo que ainda estavam avaliando os possíveis efeitos. As medidas também ainda não apresentaram repercussão nos pequenos bancos e financiadoras.
Portal ContNewshttp://www.portalcontnews.com.br
Informações pertinentes ao dia-a-dia dos profissionais contábeis. Notícias contábeis diárias, vídeos de eventos contábeis e conteúdos específicos para o contador!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Relacionados

Populares

Plantão ContNews

Tem eBook pra você

eBook para DP: Produtores Rurais

eBook para DP: Produtores Rurais

spot_imgspot_img

CADASTRE-SE NA NEWS

Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

OBRIGADO

POR SE INSCREVER!