domingo, janeiro 23, 2022

Governo é derrotado e não consegue colocar em votação proposta que muda meta fiscal de 2014

20/11 – Cristiane Jungblut / O Globo
Por um “cochilo” da base aliada, o governo foi derrotado na Comissão Mista de Orçamento (CMO) e não conseguiu votar a proposta que permite eliminar a meta fiscal de 2014. A oposição saiu vitoriosa, porque o governo não teve votos suficientes para cortar prazos e colocar o parecer do senador Romero Jucá (PMDB-RR) em votação. Pela manhã, a base aliada e a oposição haviam decidido anular a votação ocorrida na noite de terça-feira, quando o parecer de Jucá chegou a ser aprovado numa sessão tensa, cheia de xingamentos. Com a derrota, o parecer de Jucá só será votado na próxima semana, enterrando o calendário especial criado, que previa a votação para esta quarta-feira.
A derrota do governo ocorreu porque não houve quorum suficiente para encurtar os prazos e colocar o parecer em votação. Na sessão, Jucá apenas leu o parecer e encerrou a discussão. Mas, no momento de votação do requerimento para cortar o prazo de dois dias entre a leitura e a votação, não houve votos suficientes. O governo teve 15 votos, mas eram necessários 18. A oposição comemorou a vitória com risos e aplausos.
Jucá criticou a “cochilada” da base aliada.
— Não foi uma derrota. Foi uma cochilada da base aliada na Câmara. Poderíamos ter passado sem essa — disse Jucá.
Portal ContNewshttp://www.portalcontnews.com.br
Informações pertinentes ao dia-a-dia dos profissionais contábeis. Notícias contábeis diárias, vídeos de eventos contábeis e conteúdos específicos para o contador!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Relacionados

Populares

Plantão ContNews

Tem eBook pra você

eBook para DP: Produtores Rurais

eBook para DP: Produtores Rurais

spot_imgspot_img

CADASTRE-SE NA NEWS

Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

OBRIGADO

POR SE INSCREVER!