segunda-feira, janeiro 24, 2022

Número de investidores ativos no Tesouro Direto cresce em julho

O título mais demandado pelos investidores no mês foi o indexado à taxa Selic (Tesouro Selic) que totalizou, em vendas, R$ 1,10 bilhão e correspondeu a 44,81% do total

Em julho de 2021, o total de investidores ativos no Tesouro Direto, isto é, aqueles que atualmente estão com saldo em aplicações no programa, atingiu a marca de 1.597.402 pessoas, um aumento de 38.755 investidores no mês. Já o número de investidores cadastrados no programa aumentou em 454.524, crescimento de 53,58% em relação a julho de 2020, atingindo a marca de 11.949.797 pessoas.

Operações de investimento

No mês de julho de 2021, foram realizadas 460.070 operações de investimento em títulos do Tesouro Direto, no valor total de R$ 2,46 bilhões. Durante esse mês, os resgates foram de R$ 1,53 bilhão, resultando em emissão líquida de R$ 934,1 milhões.

As aplicações de até R$ 1 mil representaram 65,95% das operações de investimento no mês. O valor médio por operação foi de R$ 5.347,38.

O título mais demandado pelos investidores foi o indexado à taxa Selic (Tesouro Selic) que totalizou, em vendas, R$ 1,10 bilhão e correspondeu a 44,81% do total. Os títulos indexados à inflação (Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais) somaram R$ 1,01 bilhão e corresponderam a 41,17% das vendas, enquanto os títulos prefixados (Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com juros semestrais) totalizaram R$ 344,80 milhões em vendas, ou 14,02% do total.

Nas recompras (resgates antecipados), predominaram os títulos indexados à taxa Selic, que somaram R$ 668,22 milhões (47,53%). Os títulos remunerados por índices de preços (Tesouro IPCA+, Tesouro IPCA+ com juros semestrais e Tesouro IGPM+ com Juros Semestrais) totalizaram R$ 458,10 milhões (32,58%), os prefixados, R$ 279,62 milhões (19,89%).

Quanto ao prazo, a maior parcela de vendas se concentrou nos títulos com vencimento entre 5 e 10 anos, que alcançaram 50,11% do total. As aplicações em títulos com vencimento acima de 10 anos representaram 14,06%, enquanto os títulos com vencimento de 1 a 5 anos corresponderam 35,84% do total.

Estoque

Em julho de 2021, o estoque do Programa fechou em R$ 67,89 bilhões, um aumento de 2,32% em relação ao mês anterior (R$ 66,35 bilhões).

Os títulos remunerados por índices de preços se mantêm como os mais representativos do estoque somando R$ 37,22 bilhões, ou 54,82% do total. Na sequência, vêm os títulos indexados à taxa Selic, totalizando R$ 17,33 bilhões (25,53%), e os títulos prefixados, que somaram R$ 13,34 bilhões, com 19,65% do total.

Quanto ao perfil de vencimento dos títulos em estoque, a parcela com vencimento em até 1 ano fechou o mês em R$ 851,90 milhões, ou 1,25% do total. A parcela do estoque vincendo de 1 a 5 anos foi de R$ 37,33 bilhões (54,99%) e o percentual acima de 5 anos somou R$ 29,71 bilhões (43,76%).

Acesse o balanço completo do Tesouro Direto:

>> Balanço do Tesouro Direto – Julho/2021

>> Anexo com série histórica

Por Ministério da Economia

Portal ContNewshttp://www.portalcontnews.com.br
Informações pertinentes ao dia-a-dia dos profissionais contábeis. Notícias contábeis diárias, vídeos de eventos contábeis e conteúdos específicos para o contador!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Relacionados

Populares

Plantão ContNews

Tem eBook pra você

eBook para DP: Produtores Rurais

eBook para DP: Produtores Rurais

spot_imgspot_img

CADASTRE-SE NA NEWS

Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

OBRIGADO

POR SE INSCREVER!