terça-feira, janeiro 25, 2022

Quase 12% das famílias catarinenses têm mais da metade da renda comprometida com dívidas em julho

16/08 – Fecomércio / Portal Contábil SC
Uma em cada dez famílias tem mais de 50% da renda comprometida com dívidas em Santa Catarina, conforme aponta a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) referente ao mês de julho, realizada pela Fecomércio SC. Do outro lado, 12,8% das famílias têm menos de 10%- a fatia da população que costuma comprar à vista, fazer poupança ou não faz débitos em longo prazo.
Confira a pesquisa na íntegra
Endividamento fecha primeiro semestre estável em SC
O total de endividados caiu 0,3 pontos percentuais entre junho (57,4%) e julho (57,1%), mas na comparação anual (52,9%) houve elevação no índice. Já aqueles que ‘têm contas em atraso’ (18%) e ‘que não terão condições de pagar’ (10%) permanecem na mesma faixa nas comparações com o mês anterior e com o mesmo período do ano passado – reflexo da desaceleração da renda em termos reais, que diminui os recursos disponíveis para o pagamento das dívidas.
“Em média, os catarinenses têm cerca de 30% dos seus ganhos mensais destinados ao pagamento de despesas. Mês a mês, o cartão de crédito segue como o principal agente do endividamento (51,5%), seguido pelos carnês (36,9%), financiamento de carro (30,4%) e crédito pessoal (18,7%). Com exceção dos carnês, os débitos são prioritariamente com bancos. Para voltar a ter uma vida financeira saudável, a saída é tentar a renegociação para ter parcelas que caibam no orçamento e assim poder voltar a efetuar compras”, destaca o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt.
Comportamento local
A Capital apresenta o maior percentual de famílias com mais de metade da renda comprometida com dívidas (18,2%). Chama atenção o percentual de pessoas que afirmou não saber o quanto de sua renda está comprometida com dívidas, o que mostra a falta de planejamento financeiro: Joinville (26,5%) Chapecó (23%), Itajaí (20,0%), Blumenau (16,5%) e Florianópolis ( 0,5%). A média estadual é 16,5%.
Florianópolis segue como a cidade com o maior percentual de famílias endividadas (86,6%) e com contas em atraso (25,3%). Na outra ponta está Chapecó, com  o menor índice (32,3%) de endividamento no Estado.
Entre as famílias com contas em atraso, os consumidores em Blumenau e Florianópolis levam em torno de 65,9 dias para quitá-las, enquanto que em Itajaí a média cai para 53,3 dias. O destaque positivo fica para Itajaí (43, 8%) com o maior percentual de famílias que poderão pagar totalmente suas dívidas. Já em Blumenau 72,1% das famílias não terão condições de pagar.
Clique aqui para continuar lendo.
<br />
<a href=”http://itunes.apple.com/br/app/contabilidade-na-tv/id1001325016?mt=8″
target=”_blank”>Baixe para iOS.</a><br />
<a href=”http://play.google.com/store/apps/details?id=com.goodbarber.conttv”
target=”_blank”>Baixe para Android.</a><br />
<a href=”http://app.contabilidadenatv.com.br/” target=”_blank”>Baixe em HTML5.</a>
Portal ContNewshttp://www.portalcontnews.com.br
Informações pertinentes ao dia-a-dia dos profissionais contábeis. Notícias contábeis diárias, vídeos de eventos contábeis e conteúdos específicos para o contador!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Relacionados

Populares

Plantão ContNews

Tem eBook pra você

eBook para DP: Produtores Rurais

eBook para DP: Produtores Rurais

spot_imgspot_img

CADASTRE-SE NA NEWS

Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

OBRIGADO

POR SE INSCREVER!