quinta-feira, janeiro 27, 2022

R$ 530 milhões serão investidos no setor portuário privado de Santa Catarina em 2019

ATP destaca o crescimento dos TUPs no estado e o potencial para a contribuição econômica, a partir da oferta de serviços e geração de emprego

Em Santa Catarina, o setor portuário privado desafia o cenário econômico nacional e demonstra potencial para o crescimento da movimentação e do escoamento de cargas no estado. Segundo levantamento feito pela Associação dos Terminais Portuários Privados (ATP), para 2019, já estão previstos investimentos de mais de R$ 530 milhões para implantação e ampliação de terminais de uso privado (TUP), incluindo duas instalações portuárias de turismo. Ao todo, o Estado conta com 12 terminais privados, dos quais, oito respondem por investimentos de R$ 1,8 bilhão nos últimos 5 anos.

O diretor-presidente da ATP, Murillo Barbosa, avalia que é preciso reconhecer que atuação do setor portuário privado ultrapassa a gestão logística para o escoamento da produção nacional ou recepção de cargas estrangeiras. “O segmento de portos privados pode ser visto como um dos responsáveis diretos pelo desenvolvimento socioeconômico, por meio da geração de empregos, de renda e de tributos, aquecendo a economia do estado e da região”, destaca.

Na sexta posição econômica do Brasil, Santa Catarina confirma uma trajetória ascendente de empreendimentos dos portos privados.

Como exemplo desta vocação, Barbosa ressalta a performance dos TUPs para o impulsionamento da economia local. “Ao Norte do estado, o Porto de Itapoá, por exemplo, dobrou sua capacidade. Inaugurado em 2011, a primeira expansão do porto começou a operar, em agosto deste ano, passando para 1,2 milhão de TEUs/ano. O investimento de R$ 360 milhões, que incluiu a ampliação do pátio em 100 mil m² e o acréscimo de 170 metros ao píer, criou ainda 300 novos empregos”, informa. A perspectiva é que, até ao fim das ações de expansão previstas, seja atingida a marca de 1,3 mil postos de trabalho.

Desde a Lei de Modernização dos Portos, de 1993, Santa Catarina foi o primeiro a obter a autorização para instalação de um TUP especializado na movimentação de containers do país, o Portonave, em Navegantes. Inaugurado em outubro de 2007, o Terminal iniciou suas operações para o escoamento da produção das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil e de outros países da América do Sul, além da recepção de cargas internacionais, consolidando-se, ainda, como o maior terminal de container da Região Sul e o segundo maior do país, com 11,5% do total nacional. Ano passado, da movimentação total de 25 milhões de toneladas de cargas do estado, 66% corresponderam aos containers.

LOGÍSTICA – De acordo com os resultados apresentados pelo relatório da Confederação Nacional de Transporte (CNT), Santa Catarina poderia ter uma performance ainda melhor se a infraestrutura logística ainda não tivesse tantos a desafios a enfrentar, devido a carência de investimentos estratégicos nas malhas ferroviária e rodoviária. O levantamento aponta que no estado há 71 projetos de pequeno, médio e grande porte, sendo 39 ferroviários e 32 rodoviários, que precisam ser tocados para garantir mais eficiência logística para os transportadores brasileiros. São obras esperadas relativas a recuperação e construção de ferrovias, de adequação e duplicação de rodovias que cortam o território catarinense.

V CIDESPORT – Estes e outros dados do setor portuário privado serão discutidos durante o V CIDESPORT, realizado pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL), entre os dias 30 de outubro e 1 de novembro. O evento propõe um encontro entre a comunidade científica e gestores portuários para um debate propositivo sobre o desempenho do setor e o incentivo a adoção de boas práticas para a melhoria de serviços, à luz da realidade do Brasil e de experiências internacionais.

SOBRE A ATP – Criada em 24 de outubro de 2013, a Associação de Terminais Privados (ATP), atualmente representa 26 empresas à frente de 55 terminais privados, em todo o Brasil. Sua atuação reúne 67% da movimentação de cargas do país, especialmente, produções de minério, combustíveis, siderurgia, soja, milho e de contêineres. Pela ATP, são realizadas ações que promovam o desenvolvimento sustentável do Brasil, com a participação dos terminais portuários de modo geral.

Serviço
V Cidesport – Congresso de Desempenho Portuário
Data: 30 de outubro e 1 de novembro
http://www.cidesport.com.br/br
Local: Blue Tree Premium Hotel – Rua Bocaiúva, 2304 – Florianópolis – SC

Por Comunique-se

Portal ContNewshttp://www.portalcontnews.com.br
Informações pertinentes ao dia-a-dia dos profissionais contábeis. Notícias contábeis diárias, vídeos de eventos contábeis e conteúdos específicos para o contador!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Relacionados

Populares

Plantão ContNews

Tem eBook pra você

eBook para DP: Produtores Rurais

eBook para DP: Produtores Rurais

spot_imgspot_img

CADASTRE-SE NA NEWS

Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

OBRIGADO

POR SE INSCREVER!