quarta-feira, janeiro 26, 2022

Superávit primário do governo central é o pior em 17 anos

25/06 – Reuters / Brasil Econômico
O governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência Social) registrou déficit primário de R$ 8 bilhões em maio, desempenho que levou o acumulado no ano a registrar o pior resultado em 17 anos, reforçando incertezas sobre a capacidade do governo de cumprir o alvo fiscal do ano.
Nos cinco primeiros meses de 2015, informou o Tesouro nesta quinta-feira, a economia para pagamento de juros da dívida somou R$ 6,626 bilhões, 65,6% abaixo dos R$ 19,286 bilhões vistos em igual período de 2014, o pior dado desde 1998, quando o superávit no período havia sido de R$ 4,903 bilhões.
“O resultado de maio, de certa forma, deve-se basicamente à queda da arrecadação”, afirmou o secretário do Tesouro Nacional, Marcelo Saintive.
No mês passado, houve déficit em todas as esferas do governo central, com resultado negativo de R$ 1,482 bilhão nas contas do Tesouro, de 6,311 bilhões de reais nas contas da Previdência e de R$ 258 milhões no BC.
A meta de superávit primário de 2015 para o setor público consolidado –governo central, Estados, municípios e estatais– é de R$ 66,3 bilhões, equivalente a 1,1% do Produto Interno Bruto (PIB). Desse total, R$ 55 bilhões correspondem à obrigação apenas do governo central.
Portal ContNewshttp://www.portalcontnews.com.br
Informações pertinentes ao dia-a-dia dos profissionais contábeis. Notícias contábeis diárias, vídeos de eventos contábeis e conteúdos específicos para o contador!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Relacionados

Populares

Plantão ContNews

Tem eBook pra você

eBook para DP: Produtores Rurais

eBook para DP: Produtores Rurais

spot_imgspot_img

CADASTRE-SE NA NEWS

Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

OBRIGADO

POR SE INSCREVER!