domingo, janeiro 23, 2022

Treinamentos on-line: mesmo sendo mais acessível, opção deve ser analisada com cuidado

19/06 – Alexandre Slivnik* / Office 3
A palavra “ crise” tem sido um convite para que as empresas repensem a forma como devem levar adiante seus investimentos, principalmente em assuntos ligados a treinamentos de seus colaboradores. Afinal, mesmo em tempos difíceis, trata-se de uma ação estratégica, e que não pode parar porque implica no desenvolvimento profissional e consequentemente, nos resultados futuros das organizações.
Há algumas instituições que optam por palestras, workshops ou até mesmo treinamentos on-line na esperança de que a tecnologia fará o seu papel, encurtando caminhos, aproximando pessoas e reduzindo alguns custos operacionais. Afinal, vivemos em um mundo conectado em que tudo muda diariamente, e os processos organizacionais também.
Devido a todos esses fatores, o treinamento on-line dentro das empresas é bem mais real do que era há alguns anos, porém a escolha por esta “opção” deve ser feita com cuidado.
As necessidades específicas de cada empresa são percebidas e identificadas por indivíduos ou por grupos. Com base nestas informações, é possível traçar ações que possibilitem a melhoria contínua dos treinamentos, tendo em vista a eficácia organizacional. Por exemplo, se a organização precisa melhorar o clima entre seus colaboradores, não adianta apostar exclusivamente no on-line. É preciso ter contato pessoal, pois a experiência prática pode ter um impacto ainda maior para os resultados comportamentais.
Vale lembrar que toda a capacitação presencial abrange também aspectos comportamentais do indivíduo e por essa razão, esses programas passaram também a inserir um conteúdo voltado para o relacionamento interpessoal, afim de que melhore a integração com a organização e, principalmente, que este colaborar passe a vivenciar a cultura da empresa.
Já para um treinamento técnico ou operacional, a internet pode ajudar muito e traz resultados mais impactantes, principalmente pela abrangência e flexibilidade dessa ferramenta.
Mesmo sendo uma modalidade que pode diminuir despesas de forma efetiva, entendo o treinamento como um processo e não como um evento, sendo assim, não podemos simplesmente acreditar que um “evento on-line” seja responsável pela formação do nosso colaborador. É preciso ter cuidado ao utilizar essa extraordinária ferramenta. Por isso, é extremamente necessário pensar estrategicamente nas fases de levantamento das necessidades, aplicação de conceitos e avaliação dos resultados.
A mescla do treinamento presencial e on-line é ainda a estratégia mais poderosa para o desenvolvimento dos colaboradores de uma empresa. O segredo do jogo é saber colocar cada um na medida certa, de acordo com os objetivos traçados.
*Alexandre Slivnik é autor do best-seller O Poder da Atitude, sócio-diretor do Instituto de Desenvolvimento Profissional (IDEPRO), diretor-executivo da Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento (ABTD) e diretor geral do Congresso Brasileiro de Treinamento e Desenvolvimento (CBTD).
Portal ContNewshttp://www.portalcontnews.com.br
Informações pertinentes ao dia-a-dia dos profissionais contábeis. Notícias contábeis diárias, vídeos de eventos contábeis e conteúdos específicos para o contador!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Relacionados

Populares

Plantão ContNews

Tem eBook pra você

eBook para DP: Produtores Rurais

eBook para DP: Produtores Rurais

spot_imgspot_img

CADASTRE-SE NA NEWS

Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

OBRIGADO

POR SE INSCREVER!