sábado, janeiro 22, 2022

Técnicas para realizar auditoria fiscal na sua empresa e fugir de problemas com a Receita Federal

Realizar auditorias internas integrando diferentes normas tributárias ao mesmo tempo, é algo muito importante no atual universo da contabilidade, entretanto muito difícil. Cada vez mais se faz necessária a ajuda especializada de um profissional contábil que tenha expertise em diversos ramos de atividades empresariais, para que a empresa possa reduzir seus riscos e custos tributários.

A prevenção é algo essencial nos dias de hoje, por isso cabe ao empresário conhecer as exigências legais que sua empresa deve cumprir, e fazê-la cumprir de maneira correta, otimizada e modernizada.

Evitar falhas na entrega das declarações e escriturações é o primeiro passo a ser atacado. Toda a empresa é sujeita a erros, sempre existirá essa possibilidade, mas contar com ferramentas tecnológicas que analisem a escrituração das suas operações, e a assertividade das suas declarações de forma automática, lhe garantirá maior segurança e possibilitará a correção mais rápida de algum erro quando encontrado.

Fazer reuniões estratégicas também ajuda muito, desde que as equipes envolvidas com as rotinas tributárias da empresa, foquem durante estas reuniões nas revisões de processos e seleção das melhores metodologias de trabalho a serem usadas pelos setores responsáveis pelas escriturações das informações fiscais, e envio de declarações.

Com essas reuniões é possível encontrar soluções para problemas do dia a dia, e implementa-se com isso uma cultura no setor sobre a importância dos controles internos, da conformidade com as regras legais, e políticas internas da empresa.

Esse tipo de reunião se bem direcionada garantirá não só melhores resultados internos na empresa como uma melhor integração entre departamentos e melhoria na comunicação. Os ganhos não serão somente internos, mas também externos, como a redução de custos, já que os processos serão constantemente revisados e melhorados evitando erros e tributações a maior, ou mesmo por conta das implementações tecnológicas para automatizar processos internos, a empresa não precisará de uma gama muito grande de profissionais em tarefas operacionais, onde os mesmos poderão se voltar cada vez mais em tarefas de análise de dados dentro da empresa, e a melhoria na qualidade das declarações também é um ganho importante, pois assim se reduz as chances de autuações fiscais, principalmente no que se refere a cruzamento de informações entre declarações. Sem contar que tudo isso resultará em uma empresa mais competitiva perante o mercado, pois com custos reduzidos e processos otimizados, a empresa terá mais condições de rever seus preços ou margens de lucro.

Por fim é importante lembrar que o banco de dados que a fiscalização tem hoje para auditar informações, cruza-las e encontrar inconformidades é gigantesco, então o empresário precisa parar de pensar que pode “enganar o fisco”, o cerco está se fechando cada vez mais com as novas obrigações fiscais que vieram com o projeto Sped, e prestar informações incorretas ou omiti-las ao fisco, poderá gerar pesadas consequências a empresa.

Carla Lidiane Müller
Bacharel em Ciências Contábeis, com MBA em Direito Tributário, cursando especialização em Contabilidade e Gestão de Tributos. Trabalha na SCI Sistemas Contábeis como Analista de Negócios e é articulista do Blog Contabilidade na TV desde 2016.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Relacionados

Populares

Plantão ContNews

Tem eBook pra você

eBook para DP: Produtores Rurais

eBook para DP: Produtores Rurais

spot_imgspot_img

CADASTRE-SE NA NEWS

Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

OBRIGADO

POR SE INSCREVER!