quarta-feira, janeiro 19, 2022

A tecnologia no auxílio da busca de XML

A nota fiscal é um documento que tem por objetivo o registro de uma operação comercial de compra e venda de bens e prestação de serviços. O projeto criou a versão eletrônica da nota fiscal, ou seja, é uma versão exclusivamente digital.

Este documento é gerado em um ambiente gerenciado pelo governo, com a exigência de certificados digitais. Uma NF-e tem validade jurídica garantida pela assinatura digital do remetente e pela emissão do documento pelo Fisco.

A nota técnica 002/2014, apresenta o web service de distribuição de documentos fiscais eletrônicos, que disponibiliza a atores da NF-e informações sobre seus documentos fiscais.

A distribuição das NF-e é realizada para emitentes, destinatários, transportadores e terceiros informados na NF-e.

O acesso a todos os documentos fiscais emitidos contra o seu CNPJ é algo muito importante no dia a dia das empresas, pois, facilita a escrituração das notas fiscais de entrada. A manifestação do destinatário no ar desde 2012 é algo que ajuda muito, mas é comum que as empresas busquem outras ferramentas para auxiliar nesse processo.

A maioria das empresas não consegue usar a manifestação do destinatário para resgatar as notas emitidas contra elas. A principal motivação para isso é porque o serviço de manifestação é bastante instável e porque somente estão disponíveis as notas dos últimos 15 dias. E por isso é comum que se busquem ferramentas alternativas. Se você procurar vai ver que existem muitas opções no mercado, que além de centralizar em um único local as notas emitidas e recebidas, ainda geram relatórios. Então se você busca algo para simplificar o gerenciamento das NF-e da sua empresa pode ser interessante buscar alguma dessas ferramentas.

A manifestação não é o único objetivo do web service de distribuição de documentos, tem também a disponibilização do XML da NFe para demais contribuintes envolvidos.

O XML é muito importante e o emitente e destinatário da Nota Fiscal devem guardar o arquivo XML pelo prazo de 5 anos. A empresa que não apresentar ao fisco o XML quando solicitado poderá sofrer multa de até R$ 1000,00 por XML. O armazenamento e guarda dos XML também permitem comprovar a procedência do estoque.

Os serviços de busca de NF-e (Nota fiscal eletrônica) também podem ser feitos em sítios estaduais, então por esses portais você também pode ter acesso a NF-e. Cada estado tem suas próprias particularidades com relação à consulta. Normalmente as consultas são feitas através da chave de acesso da NF-e, mas como comentamos, cada estado tem suas próprias regras.

Aproveitando o assunto, não podemos deixar de comentar sobre o Ajuste Sinief 16/2018 de 01/11/2018 que restringiu bastante as buscas das NF-e.

A consulta completa das notas, agora, requer a verificação dos participantes envolvidos na operação (emitente, destinatário e terceiros autorizados no próprio campo da NF-e). Então a menos que a nota seja destinada a um CPF ou CNPJ sem IE a consulta é mais restrita.

Isso quer dizer, que para consultar uma NF-e onde o consulente não está envolvido na operação, mas tem a chave de acesso da NF-e, a consulta será resumida.

O mesmo ocorre no portal nacional da NF-e, esse portal visa a divulgação de informações sobre a NF-e. A coordenação do projeto NF-e é feita pelo ENCAT (Encontro Nacional dos Administradores e Coordenadores Tributários Estaduais). Observe que o projeto é desenvolvido em parceria com a Receita Federal.

Importante lembrar que o objetivo da NF-e é a substituição da emissão da nota fiscal em papel, por nota fiscal eletrônica.

Os contribuintes devem ter um bom gerenciamento de suas notas de entrada principalmente para eliminar o risco de outra empresa estar usando o seu CNPJ indevidamente para emissão de notas frias. Cabe reforçar que esta é uma situação que ainda passa despercebida por muitas empresas.

Os contribuintes que não querem investir em uma ferramenta de gestão das NF-e podem fazer o processo manual de consulta. A consulta da NF-e é feita pelo Portal da Nota Fiscal Eletrônica, e é necessário ter a chave de acesso.

O fluxo da consulta seria o abaixo

Acesse o portal da NF-e e selecione o serviço de consulta de NF-e, com isso você será redirecionado para a página de consultas.

Informe a chave de acesso e demais dados solicitados, como o reCaptcha, e depois clique em continuar, para que o sistema exiba a consulta.

Como comentado antes a consulta também pode ser feita no Site da Secretaria da Fazenda Estadual da jurisdição da NF-e.

Todos os documentos a partir da data de sua emissão podem ser consultados até 180 dias contados desta data.

O processo automatizado, é uma solução automática e confiável da NF-e, onde o contribuinte tem a garantia de uma maior eficiência nas consultas. O contribuinte consegue fazer uma consulta em lote autorizada pela Sefaz.

Os armazenamentos são organizados e seguros, e o contribuinte pode procurar qualquer nota por filtros disponibilizados pela ferramenta escolhida.

Para a consulta automática o contribuinte precisa de um certificado A1 ou A3, sem necessidade da chave de acesso. O que ocorre é uma conexão direto na Secretaria da Fazenda, baixando o arquivo XML das notas fiscais. A consulta é muito mais rápida que se fosse feita de forma manual (que leva em torno de um minuto para consultar cada nota).

Com isso os contribuintes conseguem enviar todos os documentos à contabilidade, e não perdem tempo ligando para cobrar notas de fornecedores. A empresa com uma ferramenta de gestão de NF-e também evita perder XML.

Carla Lidiane Müller
Bacharel em Ciências Contábeis, com MBA em Direito Tributário, cursando especialização em Contabilidade e Gestão de Tributos. Trabalha na SCI Sistemas Contábeis como Analista de Negócios e é articulista do Blog Contabilidade na TV desde 2016.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Relacionados

Populares

Plantão ContNews

Tem eBook pra você

eBook para DP: Produtores Rurais

eBook para DP: Produtores Rurais

spot_imgspot_img

CADASTRE-SE NA NEWS

Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

OBRIGADO

POR SE INSCREVER!