quinta-feira, janeiro 27, 2022

Domésticos saem caro

09/04 – Correio Braziliense
A mão de obra doméstica está mais cara para os patrões. Em 12 meses, gastos com empregado em casa cresceram 9,12%, segundo dados de março do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Manter um trabalhador doméstico não é para qualquer família, ainda mais em um ambiente de economia recessiva. Em um ano, o desembolso médio com um empregado que recebe salário mínimo e tem a contribuição previdenciária recolhida é de R$ 14.775,83, de acordo com levantamento da Lalabee, empresa de serviços digitais para a gestão de funcionários do setor.
A diferença de custo entre as 27 capitais brasileiras pode chegar a até R$ 4 mil por ano. Em Porto Alegre, onde o salário mínimo da categoria é de R$ 1.006,88 e a tarifa de ônibus é de R$ 3,25, os custos são 30% superiores em relação aos desembolsos com um trabalhador doméstico em Macapá — onde a remuneração base é de R$ 788 e o desembolso por passagem de transporte urbano é de R$ 2,10. Em Brasília, são necessários pelo menos R$ 14.475,48 anuais para manter um empregado doméstico.
Portal ContNewshttp://www.portalcontnews.com.br
Informações pertinentes ao dia-a-dia dos profissionais contábeis. Notícias contábeis diárias, vídeos de eventos contábeis e conteúdos específicos para o contador!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Relacionados

Populares

Plantão ContNews

Tem eBook pra você

eBook para DP: Produtores Rurais

eBook para DP: Produtores Rurais

spot_imgspot_img

CADASTRE-SE NA NEWS

Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

OBRIGADO

POR SE INSCREVER!