sexta-feira, janeiro 21, 2022

Informações a serem entregues via DCTF

Os contribuintes devem utilizar a DCTF para informar a forma que quitaram seus tributos, e para declarar o débito dos mesmos. O lançamento do crédito tributário, é feito pela Receita Federal através de informações obtidas por meio da DCTF.

Quem é obrigada a entregar a DCTF?

O contribuinte enquadrado no regime de Lucro Real e Lucro Presumido deve fazer a DCTF, as empresas do Simples só eram obrigadas quando não estavam na DCTFWeb e tinham CPRB.

As unidades gestoras de orçamento de órgãos públicos, autarquias e fundações, consórcios que realizem negócios jurídicos em nome próprio, entidades de fiscalização de exercício profissional e fundos públicos que tenham personalidade jurídica como autarquia também devem fazer a entrega.

O governo dispensa a entrega da DCTF para os órgãos públicos de administração direta da União, as empresas e outras PJs com início de atividade (até o mês anterior que sua inscrição no CNPJ for efetivada), e as inativas ou sem débitos a declarar (a partir do segundo mês nesta condição). Neste último caso a DCTF deve ser entregue referente a competência de janeiro de cada ano.

O contribuinte deve declarar os seguintes impostos e contribuições: IRPJ, CSLL, PIS, Cofins, IPI, IRRF, IOF, Cide-Combustível, Cide-Remessa, CPSS e CPRB (este último só para períodos fora da DCTFWeb).

Qual é o prazo para entregar a DCTF?

De acordo com as regras atuais, as empresas devem apresentar a DCTF mensalmente até o 15° dia útil do segundo mês subsequente. Sendo assim, sempre observe o mês em que ocorreu o fato gerador (o acontecimento que gera o nascimento da obrigação de pagar o tributo), e entregue a DCTF até 2 meses depois disso.

Então, por exemplo, quem teve um fato gerador ocorrido em outubro, entregará a DCTF até o 15º dia útil de dezembro. Na DCTF devem constar as informações referentes ao tributo, e a mesma será feita por meio do Programa Gerador de Declaração (PGD).

Onde obter o PGD da DCTF?

Por meio do site da Receita Federal, ela disponibiliza em seu sítio na internet o programa, você deve baixá-lo no seu computador. Vale destacar que o envio ao Fisco necessita também do programa Receitanet, então ele também deve estar instalado. Por fim, não esqueça que para fazer o envio é obrigatório Certificado Digital (salvo no caso das inativas).

No uso da DCTF, depois de preencher todas as informações devidas dentro do PGD é interessante que você gere o arquivo que será enviado a RFB. Assim o arquivo fica salvo no seu computador, caso precise dele.

Futuro da DCTF

Conforme vem ocorrendo a progressiva evolução da DCTFWeb, é esperado que a DCTF comece a migrar para este canal. No entanto, esse projeto de migração ainda não tem uma data para ocorrer, e por isso é necessário conhecer bem a DCTF mensal.

Carla Lidiane Müller
Bacharel em Ciências Contábeis, com MBA em Direito Tributário, cursando especialização em Contabilidade e Gestão de Tributos. Trabalha na SCI Sistemas Contábeis como Analista de Negócios e é articulista do Blog Contabilidade na TV desde 2016.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Relacionados

Populares

Plantão ContNews

Tem eBook pra você

eBook para DP: Produtores Rurais

eBook para DP: Produtores Rurais

spot_imgspot_img

CADASTRE-SE NA NEWS

Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

OBRIGADO

POR SE INSCREVER!