fbpx
quarta-feira, agosto 10, 2022

Sebrae vai impulsionar a transformação digital em nova fase do Brasil Mais

Após alcançar resultados expressivos na primeira fase, com quase 90 mil micros e pequenas empresas atendidas nos últimos dois anos, o programa Brasil Mais lançou, nessa segunda-feira (27), duas novas modalidades de atendimento: Transformação Digital e Smart Factory.

A primeira delas vai contar com o apoio técnico do Sebrae para aumentar o nível de digitalização de pequenos negócios da indústria, comércio e serviços de todo o país, por meio da adoção ferramentas plug-and-play, de baixo custo e rápida implementação. Já a segunda modalidade inclui a aplicação de tecnologias 4.0 para a melhoria de processos industriais e o aumento de produtividade de empresas de micro, pequeno e médio porte em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

Os donos de micro e pequenas empresas interessadas em participar do programa podem se inscrever gratuitamente no endereço eletrônico: https://brasilmais.economia.gov.br/. As novas fases vão começar em agosto deste ano, com previsão de 27 mil vagas, sendo 22 mil para melhorias de produtividade e outras cinco mil para transformação digital. No caso da modalidade de Smart Factory, será lançado um edital para a seleção de projetos de PD&I no endereço eletrônico https://plataformainovacao.com.br .

Durante cerimônia de lançamento na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília, o presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, destacou os avanços conquistados pelo programa Brasil Mais e o comprometimento de todos os parceiros envolvidos. Segundo ele, o sucesso da iniciativa se reflete em ganhos para os pequenos negócios atendidos, como o aumento de faturamento e produtividade, mesmo diante da pandemia.

“Eu diria que os resultados são praticamente milagrosos e essa nova fase do programa é um avanço muito forte e positivo. Nós acreditamos tanto nisso que, nos últimos quatro meses, contratamos cinco mil agentes de desenvolvimento que estão fazendo uma verdadeira revolução por todo o país para atender as demandas das micro e pequenas empresas”, pontuou.

Serviços compartilhados

O programa Brasil Mais é coordenado pelo governo federal, por meio do Ministério da Economia. No evento de hoje, a secretária Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec), Daniella Marques, afirmou que o Brasil Mais atua como um grande centro de serviços compartilhados para os pequenos negócios. “O programa funciona como um braço de apoio de gestão e agora também como um braço de apoio de inclusão e tecnologia e mais transformação digital”, disse. Segundo ela, o Executivo está empenhado em dar condições para que as pessoas empreendam no país de forma sustentável.

Por sua vez, o secretário de Inovação Micro e Pequenas Empresas do Ministério da Economia, Bruno Portela, ressaltou que o Brasil Mais está relacionado à missão da Sepec de promover a competitividade e produtividade dos negócios. “Esse programa traz uma robustez e mostrou-se muito necessário durante a pandemia, por isso está ganhando uma envergadura para se tornar uma política de Estado”, comentou.

O diretor de Operações do Senai, Gustavo Leal, aproveitou o momento para destacar a importância da produtividade, especialmente na indústria, para o desenvolvimento do país. “A partir de agora, será dada às empresas que já têm seu chão de fábrica organizado a oportunidade de avançar na parte de digitalização, com sobriamente, e de mandar esses dados para a nuvem, com a difusão das tecnologias mais avançadas da indústria 4.0 nos diversos arranjos produtivos”, declarou.

Já o diretor de Crédito Produtivo e Socioambiental do BNDES, Bruno Caldas, aproveitou o momento para defender a importância de iniciativas com foco nas pequenas e médias empresas. “É necessário dar uma atenção especial para aqueles que mais precisam de apoio financeiro e apoio não financeiro, aqueles que são os heróis nacionais que tanto empregam e geram renda para o Brasil”, declarou.

Por fim, o presidente da ABDI, Igor Calvet, avaliou que os resultados obtidos permitiram que o Brasil Mais evoluísse para essas duas novas modalidades. “Esse programa muito me orgulha porque conseguimos ver uma evolução do que estamos fazendo, começando como práticas simples que deram resultados significativos para quem mais precisa”, comentou.

por Sebrae

🤩 SIGA A GENTE NAS REDES
👉 Instagram: https://www.instagram.com/portalcontnews
👉 Notícias via whatsapp: https://cutt.ly/ZIYTk86
👉 Canal no Telegram: https://t.me/contnews

Avaliem o Portal ContNews no Google!
https://g.page/r/CdJrXa-hV3eQEBM/review

#ContNews #Contabilidade

Portal ContNewshttp://www.portalcontnews.com.br
Informações pertinentes ao dia-a-dia dos profissionais contábeis. Notícias contábeis diárias, vídeos de eventos contábeis e conteúdos específicos para o contador!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Relacionados

Populares

CADASTRE-SE NA NEWS

Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Portal ContNews.

OBRIGADO

POR SE INSCREVER!