sábado, janeiro 22, 2022

Regras para escrituração do registro C197 da EFD ICMS/IPI pela Portaria CAT 66/2018 de São Paulo

Na EFD ICMS/IPI alguns registros tem a sua obrigatoriedade deliberada pelos estados, e um exemplo disso são os registros C195 e C197.

O estado de São Paulo por exemplo, e o estado de Santa Catarina estão fazendo uso desses registros para poder eliminar as suas declarações mensais de ICMS. A Gia para São Paulo, e a Dime para Santa Catarina.

A obrigatoriedade do uso destes registros depende de casos específicos, e neste artigo vamos abordar as regras gerais para o estado de São Paulo.

Na Gia de São Paulo existem as colunas Isenta ou Não Tributada, coluna de Outras, e Imposto Substituído, informações estas que não existe no layout do Sped Fiscal.

Imagem do Manual da Portaria CAT 66/2018

Então o estado neste caso criou alguns códigos de ajustes para o C197 (SP90090104, SP90090278), para que o contribuinte possa indicar o valor destas colunas. Desta maneira, o estado está cruzando as informações das Gias ainda entregues com os valores dos Speds para verificar se os valores coincidem.

Para que o contribuinte não tenha problemas com a escrituração destes registros é importante ler os procedimentos já publicados pelo estado a respeito deste tema. A forma de escrituração está nos artigos 214 e 215 do RICMS-SP. No Guia Prático EFD-ICMS/IPI estarão dispostas as regras padrão de escrituração desse registro, e é importante ver também a Portaria CAT 66/2018.

Para entender melhor vamos dar um exemplo:

Empresa vende mercadoria para comercialização com isenção de ICMS (CST 41), o valor da operação, deduzida a parcela do IPI é de R$1.000,00 (Total 1.100,00 pois tinha R$ 100,00 de IPI). A fórmula VL_OPR – VL_BC_ICMS – VL_ICMS_ST – VL_RED_BC – VL_IPI , é usada automaticamente pelo estado com base no C190 para tentar ver se existe valor de operação isenta ou não tributada, levando em consideração também a CST de ICMS 30, 40 E 41, que é o nosso caso.

Essa fórmula atende muitos casos, mas existem casos em que os contribuintes relataram que a fórmula não encontra o valor correto de Isentas e Não Tributadas.

Os valores da fórmula aplicado no nosso exemplo seriam de: 1.100 – 0,00 – 0,00 – 0,00 – 100 = 1.000,00.

Nas regras da Portaria CAT 66/2018, se o valor encontrado não fosse o valor de Isentas ou Não Tributadas o contribuinte usaria o código SP90090104 para informar o valor de Isentas verdadeiro.

A operação teria a aplicação do código de ajuste se fosse nos seguintes moldes, por exemplo:

Venda: R$ 1.100,00,
Base de cálculo de ICMS R$ 1.000,00
ICMS destacado: R$ 180,00
IPI R$ 100,00

Os valores neste exemplo são de uma operação totalmente tributada, para quem compra a mercadoria, se não puder creditar do valor de IPI deverá gerar o ajuste SP90090104. Neste caso o ajuste é devido para informar o valor do IPI. Para saber se precisa informar mesmo o ajuste, faça o cálculo com base no C190. Os valores seriam: 1.100,00 (Valor contábil) – 1.000,00 (BC ICMS) – 0,00 (ST) – 0,00 (Red BC) – 0,00 (IPI) = 100,00. Este valor de R$ 100,00 que o cálculo acha não é um valor de Outras, Isentas ou Não tributadas, é o valor do IPI. O problema é que não existe registro no SPED para informar o IPI quando ele não é creditado. Então teria de usar o código de ajuste SP90090104 para informar ao estado que o valor de Outras, Isentas e Não tributadas é zero.

Neste caso ao informar o ajuste o campo de alíquota ICMS do C197 deve ser 0,01, porque o Sped não aceita enviar um registro totalmente zerado. O campo de valor de ICMS neste caso fica zero, mas nos demais casos é lançado com o valor do ajuste.

O campo de descrição sempre será informado com a CFOP referente ao ajuste, o código do item não precisa ser preenchido.

Fora as situações envolvendo a Portaria CAT 66/2018, tem outros casos em que o contribuinte tem que informar valores no C197. Por isso é sempre importante observar a tabela 5.3 do SPED Fiscal e as situações ali contempladas. Os contribuintes paulistas, desde 01/01/2016, devem informar esse registro quando necessário. Isso com base na Portaria CAT n° 147/2009, Anexo VIII.

Carla Lidiane Müller
Bacharel em Ciências Contábeis, com MBA em Direito Tributário, cursando especialização em Contabilidade e Gestão de Tributos. Trabalha na SCI Sistemas Contábeis como Analista de Negócios e é articulista do Blog Contabilidade na TV desde 2016.

Comentários

  1. otima explicacao
    Mas estou com a duvida para uma compra CFOP 1556 vC 1100,00 IPI 100,00 MERC 900,00
    no sped dilui o ipi no valor das mercadorias entao meu registro C190 fica pelo vlor de 1100,00
    Na gia ficaria vc 1100,00 outras 900,00 IPI 100,00
    Como ficaria o registro C197? Se usar a formula pelo registro C190 daria um valor de 1100,00, mas entendo que neste caso o valor deveria ser o constante na outras da gia, ou sejam 900,00
    Seria essa a idéia?

  2. Como proceder com um cfop 1556 sem credito de ipi
    Mercadoria 900,00 ipi 100,00 total 1100.00
    Registro c190 ficaria pelo valor de 1100,00 se for fazer a fórmula para calculo do ajuste daria 1100,00
    Acontece que na gia a coluna outras é 900,00
    Qual valor lanço no ajuste?

    • Olá Silvana!
      O IPI é lançado nestes casos em outros impostos na GIA, desta maneira para evitar divergências deve-se gerar o C195/C197 com o valor do IPI no SPED.
      Ver o manual de procedimento da Portaria CAT n° 66/2018 e Guia Prático EFD-ICMS/IPI.
      Os valores de IPI destacados devem ser adicionados no SPED ao valor das mercadorias que fica no C170.
      Então o campo 16 – VL_MERC do C100 e campo 07 VL_ITEM do registro C170 ficam com o mesmo valor. Já que a mercadoria é para uso e consumo e não gera crédito de IPI ela é custo. Neste caso o campo VL_IPI não devem ser informados porque o IPI é não aproveitável.
      Então informe no registro C197 o código de ajuste específico para informar o IPI destacado.

      Att
      Carla Müller – articulista Portal Contabilidade na TV

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Relacionados

Populares

Plantão ContNews

Tem eBook pra você

eBook para DP: Produtores Rurais

eBook para DP: Produtores Rurais

spot_imgspot_img

CADASTRE-SE NA NEWS

Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

OBRIGADO

POR SE INSCREVER!